mini monstera, mini costela de adão, Rhaphidophora tetrasperma
suculentas variegadas
6 espécies de suculentas variegadas
5 de abril de 2020
alocasia amazonica
Alocasia Amazônica – Como cuidar ?
9 de abril de 2020

Mini monstera – Como cuidar?

mini monstera

Mini monstera

A mini monstera ou também conhecida por mini costela de adão, tem se destacado na ornamentação de interiores, principalmente por trazer a padronagem da planta mais famosa do pinterest, uma das plantas que mais representa o urban jungle, a famosa Floresta Urbana. Os cuidados são considerados ainda mais fáceis. Além disso, por não crescer tanto igual a Monstera Deliciosa, acabam sendo mais interessante para se ter dentro de casa, em vasos. 

Certamente essa espécie foi feita para ser cultivada dentro de casa, mas, sob bastante claridade natural. Perfeita para começar sua floresta urbana particular dentro de casa e apartamentos. Uma forma de miniatura da monstra Monstera Deliciosa, é a novidade do nosso site. Portanto, você pode adquirir aqui mesmo, em nosso site junto com a coleção de vasos e cachepots. Confira aqui. 

Sobre a mini monstera

  • Nome científico: Rhaphidophora tetrasperma
  • Nomes Populares: mini-costela-de-adão, mini monstera
  • Família: Araceae
  • Origem: Malásia, Tailândia
  • Luminosidade: Luz difusa

Da mesma forma, suas folhas apresentam uma coloração verde escura e são muito brilhantes, com os recortes e buracos característicos, fazem dela um tipo de planta especialmente ornamental. Comporta-se como um filodendro, trepando sobre suportes, ou com característica pendente. Emite raízes adventícias nos nós que permite que ela se fixe ao suporte. Floresce na primavera e verão. 

Regas:  Mantenha o solo sempre úmido, durante a primavera e verão, reduza gradativamente as regas durante o outono e inverno. É importante não encharcá-lo, para evitar o apodrecimento do rizoma. Antes de regar, coloque o dedo na terra, se sentir muita umidade, não regue.
Solo: aprecia matéria orgânica e um solo bem drenável. Uma boa mistura de terra vegetal,  húmus de minhoca, vermiculita e fibra de coco, pode deixar esta planta feliz. 
Luminosidade: Não gostam de sol direto,  o melhor é colocá-las em áreas de meia-sombra. Deixe perto de janelas ou até no máximo 3m de distância, onde tenha bastante claridade natural. 

Dicas:

  • Evite colocar a planta em locais com ar condicionado
  • Borrife diariamente água nas folhas, em locais com umidade relativa muito baixa.
  • Proteja à planta de correntes de ar, que possam ressecá-las.
  • Apesar de sobreviver em condições de pouca luminosidade, você pode obter plantas mais sadias e viçosas, se oferecer mais claridade, o que pode incluir o sol matinal, principalmente no inverno.
  • Excesso de água – folhas amareladas.
  • Falta de água  ou sem umidade no ar – folhas amarronzadas e secas.

Em resumo,

Confira nossa nova categoria * fretes grátis para região de São Paulo.

Veja nossos vasos e cachepots.

Curta nossa página no facebook do Clube da Suculenta e também no Instagram do Clube da Suculenta

 

fonte:

jardineiro.net

1 Comment

  1. Distéfano Pinto disse:

    Por gentileza é possível me conseguir, pois, Estou precisando de um book com fotos de plantas nomes de no máximo de espécies possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *